Tecnologia

Chrysller Candido


Limitações da tecnologia

Publicado às 07/02/18 10h31

Uma das vantagens da digitalização é a rapidez com que se pode compartilhar conteúdo. Nós temos consciência disso, mas estes grupos de mensagens que temos no celular com pessoas que vivem em diferentes localidades até apenas uma geração atrás eram impensáveis. Tampouco era tão fácil descobrirmos todos os erros cometidos por nossos governantes ao falar.

A rapidez com que podemos nos comunicar com qualquer parte do mundo por múltiplas plataformas também tem usos que vão além de fofocas ou prática de amigos. Agora podemos difundir documentos de governo para chegar a conhecer o estado real dos diferentes segmentos da economia, também podemos acessar informação comparativa da situação em outros países que nos permite em ocasiões colocar em contexto global uma situação local.

 Simplesmente é mais difícil manter uma mentira, pedir ajuda e verificar dados. Extremamente simples gravar um vídeo de um funcionário público pedindo propina ou um político eleito insultando uma pessoa por causa de sua origem étnica ou classe social. Parece ser um elemento que aumenta a equidade social, diminui a corrupção e promove a boa governança.

A realidade é muito diferente. A tecnologia continua sendo uma simples ferramenta que facilita o trabalho em diversas situações. Há momentos onde o erro gravado ou insulto publicado do deputado ou governador pode ter graves repercussões. Nos outros, você poderia dizer a maioria, a visão se afasta e o mundo das desculpas, desinteresse ou impotência triunfa.

Não é preciso ir muito longe, somente olhar para as redes sociais que temos para ver que de vez em quando alguém envia um pedido de ajuda para localizar uma criança ou doações de um tipo de sangue específico. Afortunadamente, quase sempre estas mensagens são seguidas por uma “já localizamos” ou “obrigado pelas doações”.

Pessoalmente eu tive que viver o outro lado da moeda, algumas vezes com contatos da Venezuela. Eles pediram doações de sangue e medicamentos nas redes sociais como se faz desde sua curta existência. Após cerca de duas horas, em vez de uma mensagem de agradecimento, o que seguiu foi uma mensagem pedindo ajuda com um tom mais urgente e até uma terceira ou quarta de mesmo cunho. Aqui, a angustia toma posse de um e a impotência é envolta em crueldade. Duas fatalidades evitáveis, mesmo com o grande eco que é o mundo digital.

A tecnologia é uma panaceia que não deve livrar todos de problemas. A intervenção humana é quem decide se esse mundo digital é uma distração ou oportunidade. A reação humana é que determina se um político tolo se atreve a chamar parte da população de violadores, ladrões e drogados, produto de seu inerente racismo que recebe suficiente pressão para renunciar ou permitir que a próxima vez seus estúpidos comentários façam referencia a mulher como simples objeto de prazer sexual. Há que dizer que cada povo recebe o governante que se merece, será verdade?

Assim como quando a polícia maltrata pessoas de baixo recurso e surge um celular gravando a situação, as consequências se darão se na indignação muda para captar suficiente apoio para impactar negativamente as pessoas que tomam decisões. Por isso, muitas vezes não acontece nada.

O mundo digital nos dá acesso à maior biblioteca que existe no mundo. Seria lógico que isto nos permitisse reduzir a quantidade de mentiras que recebemos diariamente. No entanto, o fanatismo e as acusações cada vez mais frequentes nos levam a chamar o que não convém “notícia falsa” servem para ressaltar dois elementos de nossa sociedade: fanatismo e vagabundagem. Quão preguiçoso para verificar os dados...

Fonte: José Otero 


Redes Sociais e seu próximo emprego

Publicado às 04/05/17 11h21

As redes sociais podem lhe ajudar a alcançar uma vaga de emprego ou eliminar qualquer probabilidade de conquista
dentro da empresa. Redes como o Facebook e Instagram definem o candidato e sua imagem pública. Use-as a seu favor!

Se você é daqueles que posta e compartilha tudo o que acha legal, é bom começar a ter cuidado. As redes sociais não são apenas uma ferramenta para descontração, por isso mesmo deve-se ter muito cuidado com o que se publica.

As mídias sociais representam o nosso marketing pessoal, estamos mostrando quem nós somos e a nossa educação fica impressa na forma que nos apresentamos à sociedade, por isso cada vez mais empresas estão analisando também os perfis dos seus candidatos nas redes sociais antes da contratação. Muitas pessoas têm hábitos irritantes nas redes, mas evidentemente elas não sabem o que estão fazendo de errado e continuam sendo amigos desagradáveis.

Se você sente-se inseguro sobre o que postar nas redes sociais, aqui vão algumas dicas para tornar seu perfil atraente:

— Mantenha o seu perfil sempre atualizado;

— Mostre as suas competências: cursos concluídos e artigos publicados;

— Compartilhe opiniões sobre assuntos de interesse profissional;

— Tente não expor em demasia a sua vida pessoal, mas também não seja tão discreto ao ponto de parecer que você tem algo a esconder;

— Fotos em família ou entre amigos são bem vistas;

— Não é necessário usar linguagem formal na rede social, mas cuidado para escrever sempre em português correto;

— Se você gosta de ler, comente os livros que estão na sua cabeceira no momento;

— Siga e adicione negócios de interesse;

— Não se acanhe em divulgar suas vitórias, promoções, premiações, boas colocações em cursos;

— Se o seu superior lhe convidou para ser amigo no Facebook, você tem a liberdade de aceitar ou não. Mas, no momento em que aceitar, redobre os cuidados com o seu perfil;

— Não responda a provocações públicas e não trave discussões por meio das redes sociais;

— Se você está buscando um emprego, as informações apresentadas na entrevista têm de ser coerentes com o seu perfil virtual.

 O que evitar nas redes:

— Não divulgue imagens comprometedoras: fotos em festas com copos de bebida alcoólica na mão, de biquíni na praia, sem camisa, com roupas decotadas ou em poses sensuais;

— Jamais fale mal da empresa em que trabalha ou em que já trabalhou. Da mesma forma, nunca critique seu chefe ou clientes;

— Não divulgue informações sobre sua empresa, a não ser que você tenha autonomia para isso ou tenha autorização;

— Tome cuidado ao levantar assuntos polêmicos e ao expressar opiniões radicais;

— Não use palavras de baixo calão;

— De nada a adianta ter um perfil correto em uma rede social e descuidar-se em outra;

— Pessoas que postam coisas demais acabam com fama de chato e ainda passam a impressão de não ter coisas mais importantes para fazer ou de que estão usando o horário de trabalho para fazer isso;

— Sempre tomar cuidado com notícias falsas certifique-se da veracidade das informações antes de compartilhar.


A tecnologia evoluiu, evolua você também!

Publicado às 30/04/17 13h30

Há uns tempos atrás, os computadores eram vistos como “máquinas gigantes” que automatizavam   determinadas tarefas em instituições de ensino, grandes empresas e meios governamentais. Mas, com o avanço tecnológico, estas máquinas começaram a perder prestígio para outros equipamentos mais pequenos, mais poderosos e confiáveis. A evolução das telecomunicações permitiu que os computadores passassem a se comunicar, mesmo se localizando em lugares distantes geograficamente.

Mas, é importante salientar que, desde as máquinas mais remotas e simples até aos computadores mais avançados, a informação sempre foi o centro de tudo!

A informação é algo que possuí valor! E quando digital, se trata de um conjunto de dados classificados e organizados, mostrando que, qualquer pessoa ou empresa possa utilizar como base de algum objetivo. Qualquer pessoa tem acesso à informação que quiser, à hora que quiser e em qualquer lugar! É cada vez mais importante que se consiga obter informação da maneira mais rápida e eficaz!

Por isso é que as tecnologias de informação existem. Para que você esteja sempre em contato com tudo o que se passa no mundo! Na verdade, as aplicações para TI são tantas que há inúmeras definições para a expressão e nenhuma delas consegue avaliá-la por completo.

A informação depende da cultura, do mercado e de outros fatores relacionados com negócios ou outras atividades, que permitam que ela seja o foco de utilização de meios tecnológicos.

Atualmente, a informação atinge as mais diversas áreas de conhecimento e está cada vez mais perto das pessoas, mesmo sem elas se aperceberem. Não pela modernidade, mas pela necessidade de novos tempos. Afinal, a informação sempre existiu, mas agora de uma forma mais abrangente e poderosa.

Você pode entrar em contacto com seus familiares e amigos através de seu celular! Basta aceder a um aplicativo de chat ou chat online para sites– Jivochat – que a sua ligação para com os outros será cada vez maior e mais rápida!

Cada dia surgem novas descobertas na área tecnológico que nos leva a avanços antes não imaginados. Uma das áreas com grande investimento em pesquisas é a Internet of Things (Ou Internet das coisas), que se baseia em conectar dispositivos utilizados no nosso dia-a-adia (como geladeira, microondas, carros) a internet. Possibilitando, por exemplo, que o supermercado saiba quando é a hora de enviar mais comida para sua casa, pois a comida em sua geladeira está acabando. Imagine, que você tenha uma reunião de manhã e seu carro já tenha acesso ao seu calendário e saiba qual a melhor rota a ser tomada.


< Anterior Próxima >
Página 1 de 1
SOBRE O BLOG

Bem vindo ao meu blog. Sou graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Facema, trabalho com TI há 9 anos. Especializado em web, programador, baterista e entusiasta de tudo que envolva tecnologia.



© 2013 - 2018. Todos os direitos reservados - Sistema Sinal Verde de Comunicação