Cultura

A arte itinerante do Palco Giratório chega ao Maranhão

16/04/18h00         177

Provocar a reflexão e o riso, oportunizar lazer cultural, propagar nossas raízes sócio-culturais e fomentar a arte brasileira a mais de duas décadas é o que o Sesc promove por meio do projeto Palco Giratório, considerado o maior do país no campo cênico. No Maranhão o circuito de apresentações da 21ª edição inicia nos municípios de Caxias e Itapecuru-Mirim com o Grupo Teatral Boca de Cena/SE. De 21 a 26 de abril, o público pode conferir o espetáculo “Os cavaleiros da triste figura” e participar da oficina de iniciação ao teatro de rua “Boca Em-cena”. Toda a programação é gratuita.

O espetáculo “Os cavaleiros da triste figura” é o resultado do encontro cênico do Grupo Boca de Cena, e seus colaboradores, com a literatura de Miguel de Cervantes. Livremente inspirado em Dom Quixote de la Mancha, a história extrapola a literatura e insere a realidade circundante em torno do desejo de transformar o mundo. Com classificação livre, em Caxias a apresentação acontece dia 23 de abril, das 17h30 às 18h30, na Praça Dom Luís Marelim, enquanto em Itapecuru está agendada para o dia 25 de abril, das 17 às 18h, na Praça Gomes de Sousa.

A oficina de iniciação ao teatro de rua! “Boca Em-cena” oportunizará a atores, estudantes e interessados em geral experimentos práticos da técnica do teatro de rua direcionada para composição de personagens, preparação corporal e vocal. Disponibilizando 20 vagas, as inscrições estão abertas e acontecem em horário comercial nas Unidades Sesc Caxias e Sesc Itapecuru. Com carga horária de 8 horas, a oficina acontece dias 21 e 22 de abril, das 15 às 18h, na Sala de Cultura Martinha Cruz (Auditório do Sesc Caxias) e no dia 26 de abril, das 09 às 12h e das 14h às 17h na Sala Polivante Sesc Itapecuru.

Sobre o Grupo

Originário de Aracaju, o Grupo Teatral Boca de Cena se dedica explicitamente a provocar reflexões críticas sobre a realidade social e cultural brasileira, produzindo uma arte que seja acessível e comunicável à população, afirmando-se assim, como um vetor de transformação social e de criação e fomento de um círculo de trocas e experiências no contexto cultural local/regional, sergipana, nordestina e brasileira.

Contribuindo para a disseminação de saberes artísticos e cidadania cultural principalmente através do gênero e o estilo tragicômico, desde 2005 já montou mais de nove espetáculos e realizou inúmeros projetos sociais e artísticos. Nos anos de 2014/2015 realizou o primeiro festival - Blitz Cultural - de arte na comunidade do “Bugio” com intervenções de espetáculos artísticos, oficinas envolvendo produções nacionais e locais. Em 2014 foi contemplado com prêmio FUNARTE de Arte Negra realizando a montagem do espetáculo “Como Nasce Um Santo” abordando questões e situações relacionadas com a aplicação da Lei 10.639/2003 sobre o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana no âmbito das redes de ensino.

Palco Giratório

Caxias

21.04 (sábado)        

15h às 18h - “Boca Em-cena – Oficina de Iniciação ao Teatro de Rua!” com o Grupo Teatral Boca de Cena/SE.             

Local: Sala de Cultura Martinha Cruz (Auditório do Sesc Caxias)

 22.04 (domingo)     

15h às 18h - Oficina “Boca Em-cena - Oficina de Iniciação ao Teatro de Rua!” com o Grupo Teatral Boca de Cena/SE.      

Local: Sala de Cultura Martinha Cruz (Auditório do Sesc Caxias)            

23.04 (segunda-feira)

17h30 às 18h30 - Espetáculo “Os cavaleiros da triste figura” com o Grupo Teatral Boca de Cena/SE 

Local: Praça Dom Luís Marelim      

Itapecuru-Mirim

25.04 (quarta-feira) 

17h às 18h - Espetáculo “Os cavaleiros da triste figura” com o Grupo Teatral Boca de Cena/SE.        

Local: Praça Gomes de Sousa       

26.04 (quinta-feira) 

09h às 12h e de 14h às 17h -  “Boca Em-cena – Oficina de Iniciação ao Teatro de Rua!” com o Grupo Teatral Boca de Cena/SE

Local: Sala Polivante Sesc Itapecuru      



Fonte: ASCOM





Veja outras notícias em portalsinalverde.com Curta nossa página no Facebook. Envie informações à Redação do Portal por WhatsApp pelo telefone (99) 98813-0035.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIO



ENQUETE
Aécio pode ser preso após se tornar réu no Supremo?



© 2013 - 2018. Todos os direitos reservados - Sistema Sinal Verde de Comunicação