Maranhão

Assembleia sedia III Conferência Estadual Infantojuvenil pelo Meio Ambiente

17/05/18h15         236

A Assembleia Legislativa está sediando a III Conferência Estadual Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. A abertura aconteceu nesta quinta-feira (17), no Auditório Neiva Moreira, no Complexo de Comunicação. A programação se estende até esta sexta-feira (18). O evento reúne alunos de escolas públicas e privadas, que apresentaram projetos sobre a problemática da água e preservação do meio ambiente no Maranhão.

O encontro faz parte da etapa estadual preparatória para a V Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, que é promovida pelos Ministérios da Educação e do Meio Ambiente e, neste ano, tem como tema Vamos Cuidar do Brasil, Cuidando das Águas.

Serão dois dias de palestras, oficinas, dinâmicas e apresentações de projetos na etapa estadual, 532 propostas foram apresentadas e, desse total, 50 foram aprovadas pela comissão estadual organizadora. Segundo Geraldo Castro, membro do Conselho Estadual de Educação e da comissão organizadora do evento, o número expressivo de propostas elevou o Maranhão ao 6º lugar no ranking de estados que mais promoveram conferências em suas escolas.

“Tem um charme nessa conferência e nesses projetos, que é aplicabilidade, pois eles são altamente exequíveis pelos alunos. Nós temos projetos, por exemplo, sobre o aproveitamento da água, a queda do desperdício, o envolvimento da comunidade escolar. Em síntese, temos uma conferência onde eles são os protagonistas e deram conta do recado com maestria”, completou.

Juan Luís Azevedo foi o autor de um desses projetos. Trouxe à tona a degradação do Rio Gangan, em São Luís. Ele, que está no 8º ano do Centro de Ensino João Paulo II, também foi eleito delegado da capital maranhense. “No meu projeto nós abordamos a conscientização das pessoas sobre a degradação do rio, pois ele está totalmente poluído por causa da ação humana. Ao redor desse rio tem moradores e, lá, são depositados esgotos residenciais. Como todos nós sabemos a água é a nossa vida, e se nós poluirmos, futuramente, não teremos mais”, explicou.

Já o projeto da aluna Fernanda Karla Freire, que está no 9º ano do Colégio Educando, abordou a problemática do desperdício de água. Com o tema Água, uma gota preciosa. Não deixe a última gota de água cair, ela propõe alternativas para a economia desse recurso.

“Esse projeto foi feito com o auxílio de todos os alunos da minha escola. Ele visa, principalmente, o desperdício da água. Com isso, os alunos se mobilizaram para criar um projeto sobre a economia de água e, também, guardá-la não só para esse tempo, mas também tempos futuros”, contou.

Ao final da conferência, um projeto será selecionado para concorrer na conferência nacional, que acontece de 15 a 19 de junho, em Brasília. O encontro é fruto de uma parceria entre as secretarias de Estado da Educação e do Meio Ambiente.



Fonte: ASCOM





Veja outras notícias em portalsinalverde.com Curta nossa página no Facebook. Envie informações à Redação do Portal por WhatsApp pelo telefone (99) 98813-0035.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIO



ENQUETE
Funk proibidão pode influenciar na educação de jovens e adultos?



© 2013 - 2018. Todos os direitos reservados - Sistema Sinal Verde de Comunicação