Maranhão

Seap abre oficialmente a 2ª Conferência de Políticas Penitenciárias do Maranhão

07/11/18 17h00         134

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), realizou, na manhã desta terça-feira (6), no auditório da Casa Civil, a abertura da 2ª Conferência de Políticas Penitenciárias do Maranhão.

O evento, que se estende até esta quarta-feira (7), tem como objetivo fomentar o debate e a troca de experiências entre autoridades, especialistas e a sociedade civil a respeito das principais questões atinentes ao sistema prisional brasileiro.

“A Conferência é uma oportunidade ímpar, no sistema prisional do Maranhão, pois é uma troca de conhecimento com profissionais extremamente experientes da área, em nível nacional”, destaca o secretário da Seap, Murilo Andrade de Oliveira.

No primeiro dia de palestras, o consultor em gestão prisional do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Felipe Athayde Lins Melo, tratou sobre o Fortalecimento da Gestão do Sistema Prisional; assunto também abordado pelo diretor da Academia de Justiça e Cidadania de Santa Catarina, Rafael Fachini.

Ambos trouxeram suas experiências profissionais para o momento, sob a mediação do diretor da Academia de Gestão Penitenciária (AGPEN) do Maranhão, Fabiano Cavalcante. O Panorama do Sistema Penitenciário do Brasil foi abordado pelo ex-diretor geral do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) do Ministério da Justiça, Mauricio Kuehne.

O mesmo tema, com foco na realidade do Maranhão, foi tratado pelo secretário de Estado de Administração Penitenciária, Murilo Andrade de Oliveira. Esse painel de discussão, que abraçou os cenários local e nacional, foi mediado pelo promotor de Justiça do Maranhão, Pedro Lino.

À tarde, as atividades prosseguiram com palestras sobre o Panorama da População Prisional e da Política de Atenção à Saúde no Sistema Prisional, tema explanado pelo coordenador substituto do Depen, Kleber Morais, e pelo ex-coordenador nacional de saúde no Sistema Penitenciário, Mardem Soares. A mediação foi feita pela chefe da Comissão Técnica de Classificação (STC) da Seap, Sanyse Campos.

Educação e trabalho foi o tema da palestra discorrida pelo diretor penitenciário em Santa Catarina, Vladecir Souza dos Santos, e o chefe de segurança penitenciária, José Wanderley Woedell, sob a mediação do subsecretário da Seap, Rafael Velasco.

A Metodologia APAC (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados) foi outro ponto tocado no evento. O juiz da 2ª VEP de Minas Gerais, Luiz Rezende, e a promotora de justiça em Rondônia, Eiko Daniela Vieira Araki, destacaram a importância dessa metodologia.

Os desafios da reintegração social, explanados pela coordenadora do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura, Valdirene Daufemback, encerraram as atividades do primeiro dia de evento, cujo núcleo de organização é formado pela Secretaria Adjunta de Atendimento e Humanização Penitenciária (SAAHP) e pela Assessoria de Modernização Institucional (ASSEMI) da Seap.



Fonte: ASCOM





Veja outras notícias em portalsinalverde.com Curta nossa página no Facebook. Envie informações à Redação do Portal por WhatsApp pelo telefone (99) 98813-0035.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIO





ENQUETE
É possível quitar a maioria das dívidas com o décimo terceiro salário?



© 2013 - 2018. Todos os direitos reservados - Sistema Sinal Verde de Comunicação