Maranhão

IEMA atinge recorde de aprovação e meta para 2019 é zerar evasão escolar

09/02/2019 18h11         325

O Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) registrou, entre os anos de 2016 e 2018, aumento no índice de aprovação e frequência escolar, além de queda nos percentuais de evasão e abandono. Segundo o IEMA, as unidades plenas de ensino médio técnico em tempo integral chegaram ao final do ano letivo de 2018 com 94% de aprovação, 95% de frequência escolar e somente 0,18% de evasão escolar. Em 2016, primeiro ano de funcionamento do instituto, a média de aprovação era de 79,7% e a taxa de abandono chegou a 4,8%.

“Importante conquista da equipe do IEMA em tempos de crise e questionamentos sobre a qualidade da educação pública”, enfatizou o reitor do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, Jhonatan Almada. Para ele, os bons resultados refletem o trabalho acumulado ao longo dos três últimos anos de efetivo funcionamento da nossa instituição.

“Nós alcançamos 95% de frequência escolar, isso quer dizer que nossos estudantes não faltam. Alcançamos 94% de aprovação escolar, isso quer dizer que eles estão aprendendo de fato. E chegamos a 0,18% de evasão, isso quer dizer que ninguém está deixando a nossa instituição, abandonando a escola”, explicou o reitor. Jhonatan Almada frisou, ainda, que esses três indicadores são os grandes desafios para a educação básica no Maranhão, no Brasil e na América Latina.

“Ter uma instituição pública com esses indicadores é muito simbólico e revela o grau de prioridade e de qualidade do trabalho realizado a partir do investimento feito pelo governador Flávio Dino na área de educação profissional, científica e tecnológica”, destacou Jhonatan Almada.

“A nossa equipe se sente muito feliz e realizada porque esses resultados foram alcançados pelo coletivo. Colocamos novas metas, novos sonhos, para que a equipe continue na sua caminhada em prol do desenvolvimento educacional dos nossos jovens”, detalhou o reitor do IEMA.

Formação

Para o diretor de Ensino do IEMA, Elinaldo Silva, o trabalho de formação de professores e o monitoramento diário das notas dos estudantes e do currículo repassado foram decisivos para os bons números alcançados. “Todo esse trabalho  desenvolvido pela diretoria de ensino e pesquisa está garantindo resultados satisfatórios de melhoria dos indicadores do IEMA. Em 2019, nós continuaremos focados com vistas a melhorar, ainda, mais esses indicadores, que fazem com que a gente alavanque uma educação pública de excelência e de qualidade”, destacou.

Evasão zero em 2019

O ano letivo 2019 no IEMA e em toda a rede estadual de ensino terá início na segunda-feira (11). Para este ano, a equipe do Instituto tem um plano, ainda, mais ambicioso que é zerar a evasão escolar.

“Os nossos jovens têm centralidade no trabalho institucional. Nós existimos para realizar os seus projetos de vida. E, portanto, as novas metas têm que ser ousadas e têm que mirar mais alto. Nós desejamos agora em 2019 zerar a evasão e chegar a 98% de aprovação e 98% de frequência. Estamos trabalhando muito fortemente para dar a formação continuada e qualificação aos nossos professores e gestores para chegarmos lá”, garantiu Almada.

Sobre o IEMA

O IEMA foi criado para ampliar a oferta de educação profissional técnica de nível médio no Maranhão. A proposta é oferecer à sociedade infraestrutura, equipamentos e pessoal para o desenvolvimento de cursos técnicos integrados ao ensino médio, respeitando as necessidades locais e as prioridades estratégicas de cada região do estado.

Atualmente estão em funcionamento unidades plenas de ensino médio técnico e educação tecnológica em tempo integral em Axixá, Bacabeira, Brejo, Coroatá, Cururupu, Matões, Pindaré-Mirim, Presidente Dutra, Santa Inês, São José de Ribamar, São Luís (Centro e Itaqui-Bacanga) e em Timon. Mais 17 IEMAs serão entregues até o próximo ano.



Fonte: ASCOM





Veja outras notícias em portalsinalverde.com Curta nossa página no Facebook. Envie informações à Redação do Portal por WhatsApp pelo telefone (99) 98813-0035.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIO



ENQUETE
A instabilidade no WhatsApp, Instagram e Facebook reforça a ideia de que não estamos seguros nas redes sociais?



© 2013 - 2019. Todos os direitos reservados - Sistema Sinal Verde de Comunicação