Fatalidade

Família que morreu no Rio em desabamento de prédio será sepultada no Maranhão

14/04/2019 13h36         1427

Da esquerda para a direita: Maria Nazaré (mãe)/ Hiltonberto (pai); Isabele (filha) e Hilton (filho) — Foto: Arquivo Pessoal

Parte de uma família maranhense que morreu após o desabamento de prédios em Muzema, Zona Oeste do Rio, será sepultada na cidade de Pinheiro, no Maranhão. Pai, mãe e um dos filho morreram na tragédia.

Os pais, Hilton Berto Rodrigues Souza e Maria de Nazaré Sá Sodré  foram retirados já sem vida dos escombros na sexta-feira, 12. Os corpos deles, no entanto, só foram reconhecidos por parentes na manhã deste sábado 13. A caçula da família, Isabele, escapou ilesa porque foi retirada do prédio pelo pai instantes antes do prédio vir abaixo.

O filho do casal, Hilton Guilherme Sodré de Souza  de 12 anos, foi resgatado na sexta-feira, por volta das 23 horas com fratura em uma das pernas e ferimentos no rosto, mas consciente, o garoto deixou o local de ambulância e foi levado para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiu e morreu na manhã deste sábado.

As causas dos desabamentos ainda são investigadas. Os imóveis tinham cinco andares. A Prefeitura do Rio informou que as construções são irregulares e chegaram a ser interditadas duas vezes- em novembro de 2018 e em fevereiro deste ano.

Busca por desaparecidos

Vista aérea dos escombros dos prédios que desabaram na Muzema, Zona Oeste do Rio de Janeiro — Foto: AP Photo/Renato Spyrro

A busca pelos desaparecidos entrou no segundo dia nesta manhã de sábado, 13. Equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil trabalham no local, que foi isolado devido ao risco de desabamentos de construções vizinhas às que desabaram.





Veja outras notícias em portalsinalverde.com Curta nossa página no Facebook. Envie informações à Redação do Portal por WhatsApp pelo telefone (99) 98813-0035.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIO



ENQUETE
O presidente Jair Bolsonaro disse que pretende "acabar" com a fiscalização por radares móveis nas rodovias federais do país. Você é contra ou a favor?



© 2013 - 2019. Todos os direitos reservados - Sistema Sinal Verde de Comunicação