Nota de Falecimento

Morre aos 86 anos o umbandista mestre Bita do Barão de Guaré

18/04/2019 16h17         3104

O óbito aconteceu por volta das 13h30min, desta quinta-feira, 18 de abril de 2019, no hospital São Paulo, em Teresina, capital do Piauí, onde ele estava internado desde o dia 14 de abril (domingo) em estado grave.

Bita, segundo a própria filha, já estava com seu único rim parado. Respirava nas últimas horas apenas com a ajuda de  aparelhos, mas a família ainda tinha a esperança de trazê-lo com vida para Codó, o destino não deixou.

O corpo deve chegar a Codó até às 19h onde será velado, possivelmente, na própria Tenda Espírita de Umbanda Rainha Iemanjá, na rua Ruy Barbosa, bairro Santa Filomena.

De acordo com o livro Encantaria de Barba Soeira, da Antropóloga maranhense Mundicarmo Ferretti, Wilson Nonato de Sousa, o bita do Barão, nasceu em 10 de julho de 1932, na zona rural de Codó, e, neste contexto, morreu aos 86 anos de idade, muito embora sua idade seja alvo de um dos grandes mistérios que envolvia uma das figuras mais carismáticas que Codó já produziu.

 

Fonte: Blog do Acélio

 

NOTA DE PESAR

A Federação de Umbanda e Culto Afro-brasileiro do Maranhão - FUCABMA lamenta profundamente a passagem para plano espiritual do Sr. Wilson Nonato de Souza, o Pai Bita do Barão de Guaré, ocorrida agora pouco na capital piauiense.

Bita do Barão iniciou sua sólida missão religiosa ainda na infância no Povoado de Santo Antônio dos Pretos, zona rural de Codó. Ao longo de muitas décadas, exerceu o ofício de liderança religiosa da Umbanda e Terecô à frente da Tenda Espírita de Umbanda Rainha Iemanjá. Dada sua grande projeção, foi considerado por muitos como o maior Babalorixá do País, atraindo milhares de pessoas de todas as partes do País e do mundo para atendimentos espirituais e acompanhamento das festividades rituais do terreiro, notadamente no mês de agosto quando se celebrava a Festa de Todos os Santos e Orixás.

Comendador da República desde o governo do Presidente José Sarney, na década de 80, Pai Bita do Barão foi vice-presidente da FUNCABMA e tema de inúmeros estudos por parte de pesquisadores e cineastas brasileiros e estrangeiros, sendo um grande expoente da salvaguarda e memória das religiões de matrizes africanas, uma vez que acolheu centenas, talvez milhares, de clientes, amigos, babalorixás e filhos-de-santo com os quais dividiu saberes e fazeres referentes à ancestralidade e resistência cultural do povo afro-maranhense.

Diante de sua esplendorosa trajetória espiritual no plano terrestre, pela qual expressamos gratidão pela honrosa oportunidade de aprendizado, temos a certeza que o Pai Bita do Barão terá lugar de destaque não apenas na memória do Povo de Santo como a de que também será bem recebido no Orum. Inspirados em sua história, seguimos na profissão de fé em busca da construção de um meio social mais humano, tolerante e amoroso que a Umbanda nos motiva.

 

*Biné Gomes Abinokõ terreiro de Yemanja

*Presidente FUCBMA





Veja outras notícias em portalsinalverde.com Curta nossa página no Facebook. Envie informações à Redação do Portal por WhatsApp pelo telefone (99) 98813-0035.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIO



ENQUETE
Você concorda com o corte de verbas para a Educação, anunciado pelo Governo Federal?



© 2013 - 2019. Todos os direitos reservados - Sistema Sinal Verde de Comunicação