Caxias

Suspeito de espancar e atropelar ex-companheira grávida que perdeu o bebê se entrega à policia

15/05/2019 19h50         751

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Regional de Caxias, deu cumprimento, na tarde desta quarta-feira (15), ao mandado de prisão preventiva de Leandro Viana Almeida, 27, suspeito de espancar e atropelar a ex-companheira que estava grávida e perdeu o bebê, além de esfaquear um amigo dela. Ele se apresentou espontaneamente, após ser divulgado o retrato dele como procurado pela polícia.

O mandado de prisão de Leandro foi expedido pela Juíza da 3a Vara Criminal da Comarca de Caxias, Marcela Santana Lobo, em face da tentativa de feminicídio contra a ex-companheira, identificada como Joyce Almeida da Conceição Silva.

A Prisão preventiva foi solicitada pela Polícia Civil, através do Delegado Zilmar Santana, e a equipe de capturas da regional estava em diligências para prender Leandro, inclusive, foi amplamente divulgado o cartaz de "Procurado". Em razão disso,  Leandro decidiu se apresentar espontaneamente, com advogada, perante o Delegado Jair Paiva, onde tomou ciência da ordem de prisão e foi interrogado.

ENTENDA O CASO

A Polícia Civil em Caxias, por meio da 17ª DRPC, divulgou o retrato de Leandro Viana Almeida, suspeito de tentar matar a ex-companheira. Ele estava foragido desde o dia 3 deste mês, após espancar e atropelar Joyce Almeida da Conceição Silva, de 23 anos, que estava grávida e perdeu o bebê.

A tentativa de feminicídio ocorreu na madrugada de uma quinta-feira, na Rua Paulistano, no bairro Cabana da Serra. A vítima é moradora do bairro Volta Redonda, e estava grávida de 7 meses. Com as fortes pancadas e fraturas sofridas por ela, o bebê morreu.

O acusado é ex-companheiro de Joyce Almeida, com quem conviveu durante um ano. E, segundo informações colhidas pela polícia, ela teria sido espancada após uma discussão entre o casal. Em seguida, ela teria pedido socorro e carona de moto a um conhecido, que também foi ferido pelo agressor com uma facada. Não satisfeito, Leandro atropelou a jovem com um carro.

Após registro de Boletim de Ocorrência na Delegacia da Mulher, um inquérito sobre o caso foi instaurado. Caso condenado, ele pode responder pelo menos por crime de tentativa de feminicídio, previsto no artigo 121 do Código Penal.

A família da vítima pede justiça. Uma tia dela, que não quis se identificar, afirma que não era a primeira vez que o ex-companheiro a agredia. Joyce é mãe de duas filhas de outro relacionamento.

 





Veja outras notícias em portalsinalverde.com Curta nossa página no Facebook. Envie informações à Redação do Portal por WhatsApp pelo telefone (99) 98813-0035.

MAIS NOTÍCIAS


COMENTÁRIO



ENQUETE
Você concorda com o corte de verbas para a Educação, anunciado pelo Governo Federal?



© 2013 - 2019. Todos os direitos reservados - Sistema Sinal Verde de Comunicação